Minas Gerais

Hemonúcleo de Manhuaçu amplia atendimento a doadores de sangue

Publicados

em


O Hemonúcleo de Manhuaçu inaugura, neste mês de outubro, a agenda aos sábados, de forma regular. A ampliação contempla sábados de outubro (23/10), novembro (27/11) e dezembro (18/12). O atendimento será das 7h às 11h30, mesmo horário disponibilizado nos dias úteis. O agendamento pode ser feito on-line ou pelo aplicativo MGapp – Cidadão.

Com a inserção dos sábados no calendário, a Fundação Hemominas abre horários alternativos e mais confortáveis para doadores de sangue que não têm disponibilidade durante os dias úteis da semana. A ampliação do atendimento em localidades que ainda não ofereciam essa opção é mais uma iniciativa da instituição para manter os estoques de sangue em níveis adequados. 

A mudança possibilita atender com segurança demandas diárias de estabelecimentos de saúde e dos próprios pacientes hematológicos assistidos em seus ambulatórios, em todo o estado. Embora parte das unidades maiores já funcione aos sábados, outras, por questões internas, ainda não dispunham de tal opção. 

Esforço

Para abrir novos canais de atendimento ao doador, outras unidades também começaram a funcionar em períodos noturnos, como as de Ituiutaba e Patos de Minas. A diretora técnica da Hemominas, Maísa Ribeiro, destaca os esforços mobilizados pela fundação. 

Leia Também:  Previsão do tempo para Minas Gerais nesta sexta-feira, 29 de maio

“É importante que consigamos atender à solicitação dos cidadãos, abrindo mais horários alternativos e aumentando o número de coletas de sangue para manter os estoques em níveis adequados. Nos últimos dois anos, com a pandemia e as restrições que ela impõe, tem sido difícil ter estoques que possam suprir todas as demandas’, observa. 

O coordenador do Hemonúcleo, Jadilson Wagner Silva do Carmo, agradece os doadores da região “Eles têm nos dado todo o apoio ao longo do tempo e nesse período de pandemia. Somos gratos a todos, especialmente aos doadores fidelizados que comparecem regularmente, nos ajudando a atender à demanda de hospitais e outras instituições”, diz.

O Hemonúcleo de Manhuaçu é responsável pelo fornecimento de hemocomponentes em 12 municípios da região, sendo oito Agências Transfusionais e sete Assistências Hemoterápicas. Em seu ambulatório, a unidade presta atendimento a pacientes com coagulopatias e hemoglobinopatias.  

Para doar sangue

Entre os requisitos básicos para doar, é necessário estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, estar descansado e alimentado no momento da doaçã, além de apresentar documento original e oficial com foto.

Leia Também:  Fiscalização preventiva do Estado evita prejuízo de até R$ 19,3 mi para os cofres públicos

Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos vírus covid-19, constatados por diagnóstico clínico e/ou laboratorial, ficam inaptos por 30 dias após completa recuperação.

Pessoas que tiveram contato com infectados por coronavírus são consideradas inaptas por 14 dias, após o último contato com essas pessoas. Devido à pandemia, o candidato que apresente qualquer sintoma respiratório, mesmo leve, deve aguardar 30 dias após recuperação para doar.

Conheça as condições e restrições para doação de sangue. 

Vacinas

A vacinação contra a covid-19 também impacta o comparecimento de doadores nas unidades, já que existe um período de inaptidão após cada dose. Esse prazo depende da vacina recebida. Para as vacinas disponíveis até o momento, os prazos são:

·         Coronovac / Sinovac: 48 horas

·         AstraZeneca / Fiocruz: 7 dias

·         Pfizer / BioNTech: 7 dias

·         Janssen-Cilag: 7 dias

·         Sputnik V: 7 dias

·         Covaxin / Bharat Biotech: 48 horas

·         Moderna: 7 dias

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Minas Gerais

Mais de 50 postos de combustível são fiscalizados pela Polícia Civil na capital

Publicados

em


PCMG / Divulgação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), atenta ao contexto de aumento do preço de combustíveis veiculares em decorrência da greve de caminhoneiros, recém-finalizada nessa sexta-feira (22/10), realizou operação em Belo Horizonte e Região Metropolitana para fiscalização de postos fornecedores. Foram 50 postos visitados pelos policiais civis.

A ação policial foi organizada a partir de denúncias de consumidores reunidas desde 21/10 pela Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), com relatos de preços abusivos cobrados por postos da capital e outras irregularidades, como ações de reserva e estocagem ilegal.

“A partir dos levantamentos, organizamos um roteiro para fiscalizações com quatro equipes do departamento, totalizando 50 policiais civis empenhados em ações operacionais e de inteligência”, explica o chefe do Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, delegado Júlio Wilke.

Dois dos estabelecimentos fiscalizados em BH, localizados nas regiões Centro-Sul e Barreiro, apresentaram indícios de preços abusivos e serão investigados pela Decon. Um dos postos, inclusive, voltou o preço indicado no painel obrigatório com a chegada da polícia, com redução significativa de 30 centavos no litro do etanol e de 20 centavos no de gasolina.

Leia Também:  Estado divulga resultado final da primeira fase do Prêmio Escola Transformação

A titular da Decon, delegada Danúbia Quadros, informa que a PCMG continua atenta a novas denúncias que possam surgir nos próximos dias.

“Os responsáveis pelos postos que estamos investigando, se constatadas irregularidades, podem responder por crimes contra as relações de consumo, previstos na Lei 8137/90”, conclui.

As denúncias podem ser encaminhadas à polícia por meio do Disque Denúncia Unificado 181 ou 197. O sigilo é garantido.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA