Manchete

Em Capitólio, Live com artistas acaba em Polícia

Publicados

em

A Polícia Militar e fiscais da Prefeitura de Capitólio, estiverem em uma mansão no condomínio Brisas do Lago, neste sábado (05), onde após denúncias, 300 pessoas estariam em um campo de futebol dentro da residência, participando da Live Resenha dos Brabo 2, que teve a apresentação das duplas João Bosco & Vinícius, Clayton & Romário e Guilherme e Benuto.
De acordo com Andressa Ávila, primeira dama de Capitólio e coordenadora do CMAPAC, o evento descumpria as determinações municipais e estadual com medidas mais restritivas no combate à pandemia de Covid-19.
“Tivemos o apoio de três viaturas e uma van com policias, pois, na residência tinha um forte esquema de segurança. Ao chegarmos lá, eles nos deixaram entrar no local, e no campo de futebol tinha centenas de pessoas que começaram a correr e esconder dentro da residência”, informou a primeira dama, que vem atuando junto ao combate à Covid-19 no município.
Foram realizadas todas as notificações e lavrado o BO n⁰ 268, que é sobre disseminação de doenças contagiosas.
“Fomos informados que o Luizão tem sócios e ele não estava ciente dessa live na casa dele. É uma casa muito grande e com campo de futebol. Na última sexta-feira (04), aconteceu uma resenha no mesmo local, e fomos lá notificar e vistoriar. Ontem, aconteceu a live aí fomos com a polícia e notificamos a casa, a live, e as lanchas que estavam no píer. A PM também registrou o BO”, informou Andressa.
Para que as pessoas pudessem assitir a live pessoalmente, eles exigiram teste da Covid-19, porém, está proibido qualquer tipo de evento, ainda mais com 300 pessoas, de acordo com o Minas Consciente.
Credito Zé Vicente.
#live capitolio #policia #gmais
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  POLÍCIA MILITAR APREENDE GRANDE QUANTIDADE DE MACONHA E CRACK COM UM MAIOR E UM MENOR EM SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO
Propaganda

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

Vereadores aprovam ACASPO como Utilidade Pública

Publicados

em

 

A Câmara Municipal de Alpinópolis acaba de aprovar o Projeto de Lei 017/2022 que declara como de Utilidade Pública a Associação Comunitária para assuntos de Polícia Ostensiva de Alpinópolis – ACASPO.
Com a aprovação do projeto a Acaspo se torna uma entidade de utilidade pública e a partir de agora poderá receber recursos públicos.
A Associação adquiriu através de doação de comerciantes e produtores rurais uma caminhonete 4×4 para patrulhamento rural.
Parte do recurso da caminhonete será repassado pela Câmara e pela prefeitura .
A patrulha rural é um projeto idealizado há aproximadamente 6 anos e contribuí para segurança rural.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Passos aplica 1.300 doses de vacina em um só dia
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA