Minas Gerais

Governo do Estado inicia o pagamento do Auxílio Emergencial Mineiro nesta quinta-feira (14/10)

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) começa a pagar nesta quinta-feira (14/10) o Auxílio Emergencial Mineiro, a terceira transferência de renda do Governo de Minas para minimizar os impactos provocados pela crise causada pela pandemia de covid-19. Recebem dia 14 os representantes familiares que nasceram nos meses de janeiro e fevereiro que pertencem aos grupos prioritários (mães solteiras e seus filhos e famílias que não possuem o Bolsa Família). No dia 15, será a vez dos que nasceram em março e abril.

Ao todo serão mais de R$ 650 milhões para mais de 1 milhão de famílias cadastradas no CadÚnico em extrema pobreza (que recebem até R$ 89 mensais por pessoa).

O Auxílio Emergencial Mineiro será pago exclusivamente em contas-poupança digitais da Caixa Econômica Federal, a conta “Caixa Tem”. Para quem já a possui conta na instituição, o benefício será depositado automaticamente. Para aqueles que ainda não possuem esta conta na instituição, será aberta uma conta automaticamente, que poderá ser movimentada pelo aplicativo de smartphone. 

Leia Também:  Marcelo Aro é designado líder do Governo Zema no Congresso Nacional

As contas correntes ou poupança convencionais que beneficiários porventura possuam na Caixa não serão utilizadas para crédito do benefício. Caso o beneficiário não possua celular, pode comparecer a uma agência da Caixa ou a uma Casa Lotérica, portando um documento de identificação com foto, para que consiga fazer o saque do Auxílio Emergencial Mineiro.

Para dúvidas ou informações sobre o programa, acesse www.auxilioemergencialmineiro.mg.gov.br 

Confira o calendário de pagamento

Mês de aniversário do RF 

Data de pagamento
Janeiro e Fevereiro 14/10/2021
Março e Abril 15/10/2021
Maio e Junho  18/10/2021
Julho e Agosto   19/10/2021
Setembro e Outubro  20/10/2021
Novembro e Dezembro 21/10/2021
Calendário de pagamento para as famílias não prioritárias
Mês de aniversário do RF    Data de pagamento
Janeiro e Fevereiro  22/10/2021
Março e Abril   25/10/2021
Maio e Junho  26/10/2021
Julho e Agosto  27/10/2021
Setembro e Outubro  28/10/2021
Novembro e Dezembro   29/10/2021

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Minas Gerais

Mais de 50 postos de combustível são fiscalizados pela Polícia Civil na capital

Publicados

em


PCMG / Divulgação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), atenta ao contexto de aumento do preço de combustíveis veiculares em decorrência da greve de caminhoneiros, recém-finalizada nessa sexta-feira (22/10), realizou operação em Belo Horizonte e Região Metropolitana para fiscalização de postos fornecedores. Foram 50 postos visitados pelos policiais civis.

A ação policial foi organizada a partir de denúncias de consumidores reunidas desde 21/10 pela Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), com relatos de preços abusivos cobrados por postos da capital e outras irregularidades, como ações de reserva e estocagem ilegal.

“A partir dos levantamentos, organizamos um roteiro para fiscalizações com quatro equipes do departamento, totalizando 50 policiais civis empenhados em ações operacionais e de inteligência”, explica o chefe do Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, delegado Júlio Wilke.

Dois dos estabelecimentos fiscalizados em BH, localizados nas regiões Centro-Sul e Barreiro, apresentaram indícios de preços abusivos e serão investigados pela Decon. Um dos postos, inclusive, voltou o preço indicado no painel obrigatório com a chegada da polícia, com redução significativa de 30 centavos no litro do etanol e de 20 centavos no de gasolina.

Leia Também:  Jovens do Socioeducativo de Uberlândia aprendem profissões

A titular da Decon, delegada Danúbia Quadros, informa que a PCMG continua atenta a novas denúncias que possam surgir nos próximos dias.

“Os responsáveis pelos postos que estamos investigando, se constatadas irregularidades, podem responder por crimes contra as relações de consumo, previstos na Lei 8137/90”, conclui.

As denúncias podem ser encaminhadas à polícia por meio do Disque Denúncia Unificado 181 ou 197. O sigilo é garantido.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA