Minas Gerais

ESP-MG abre inscrições para curso de atualização para técnicos de enfermagem

Publicados

em


Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) abriu edital de seleção de alunos para o curso livre “Atualização Pós-técnica em Enfermagem em Doenças Crônicas”. O objetivo da formação é qualificar técnicos de enfermagem para compreensão e atuação no cuidado às doenças crônicas, considerando a assistência humanística e ética e a integralidade da saúde.

Serão oferecidas 30 vagas em formato remoto. As inscrições podem ser feitas até 25/10, por meio de formulário eletrônico on-line, disponível neste link. Para acessar o edital 02/2021, com informações e o cronograma, clique aqui.

Para participar é necessário ser técnico de enfermagem, atuar no Sistema Único de Saúde (SUS) de Minas Gerais (nas redes estadual ou municipal) e ter acesso a dispositivos eletrônicos com conexão à internet para assistir às aulas e fazer atividades do curso.

A formação

O curso tem carga horária de 180 horas, e será transmitido por plataforma de videoconferência. A duração completa é de seis meses, com previsão de início em 16/11/2021.

As atividades letivas serão remotas, com duração de 3 horas/aula, entre 18h e 22h

Leia Também:  Cemig alerta para aumento de choques elétricos

Acompanhe todas as informações sobre esse processo seletivo pelo site da ESP-MG. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail: [email protected]

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Minas Gerais

Mais de 50 postos de combustível são fiscalizados pela Polícia Civil na capital

Publicados

em


PCMG / Divulgação

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), atenta ao contexto de aumento do preço de combustíveis veiculares em decorrência da greve de caminhoneiros, recém-finalizada nessa sexta-feira (22/10), realizou operação em Belo Horizonte e Região Metropolitana para fiscalização de postos fornecedores. Foram 50 postos visitados pelos policiais civis.

A ação policial foi organizada a partir de denúncias de consumidores reunidas desde 21/10 pela Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon), com relatos de preços abusivos cobrados por postos da capital e outras irregularidades, como ações de reserva e estocagem ilegal.

“A partir dos levantamentos, organizamos um roteiro para fiscalizações com quatro equipes do departamento, totalizando 50 policiais civis empenhados em ações operacionais e de inteligência”, explica o chefe do Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, delegado Júlio Wilke.

Dois dos estabelecimentos fiscalizados em BH, localizados nas regiões Centro-Sul e Barreiro, apresentaram indícios de preços abusivos e serão investigados pela Decon. Um dos postos, inclusive, voltou o preço indicado no painel obrigatório com a chegada da polícia, com redução significativa de 30 centavos no litro do etanol e de 20 centavos no de gasolina.

Leia Também:  Governador assina protocolo de intenção para investimento de R$ 2,2 bilhões

A titular da Decon, delegada Danúbia Quadros, informa que a PCMG continua atenta a novas denúncias que possam surgir nos próximos dias.

“Os responsáveis pelos postos que estamos investigando, se constatadas irregularidades, podem responder por crimes contra as relações de consumo, previstos na Lei 8137/90”, conclui.

As denúncias podem ser encaminhadas à polícia por meio do Disque Denúncia Unificado 181 ou 197. O sigilo é garantido.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA