Minas Gerais

Governo de Minas apresenta projetos à bancada federal em Brasília

Publicados

em


A secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Luísa Barreto, se reuniu com a bancada mineira de deputados federais, nesta quarta-feira (20/10), em Brasília, para tratar do Portfólio de Projetos 2022 do Estado, com foco em quatro projetos estratégicos apresentados pelo Governo de Minas Gerais no documento. As pautas são consideradas altamente relevantes para o Governo de Minas e foram objeto das tratativas voltadas à captação de recursos via emendas parlamentares federais indicadas à Lei Orçamentária Anual (LOA) Federal para o próximo ano. 

Seplag / Divulgação

“Estivemos com a bancada federal para tratar do portfólio que o Governo de Minas prepara com mais de 250 projetos, para que os deputados possam analisar. Os projetos são de interesse não só do Estado, mas de toda a sociedade mineira. Hoje, discutimos especificamente sobre quatro projetos que o Estado trouxe como sugestão para aplicação de recursos pela bancada. São projetos vultosos, muito importantes e que demandam uma aplicação mais expressiva de recursos. O Governo de Minas trabalha em parceria com os deputados com o objetivo de levar cada vez mais melhorias para todos os mineiros”, destacou a secretária.

Um dos projetos apresentados inclui obras de infraestrutura rodoviária do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER) para a recuperação de pontes, com o objetivo de ampliar o conforto e a segurança, além de promover melhor escoamento e mobilidade regionais. Outro projeto é relacionado à implantação de Sistema Integrado de Abastecimento ou execução de poços artesianos, a depender da necessidade do município, para promover a segurança hídrica na região de abrangência do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene).

Leia Também:  Hospital João XXIII participa de projeto de reestruturação de hospitais públicos

Outros dois projetos se referem ao manejo integrado das sub-bacias hidrográficas do Jequitinhonha e Rio Doce, por parte da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), para aumentar a quantidade e a qualidade da água por meio da construção de infraestruturas socioambientais e da mitigação da seca na região; e a instalação de cisternas de polietileno para mitigar os efeitos da seca/estiagem e reduzir os gastos públicos com a distribuição de água por meio de caminhões pipa, uma ação gerida pelo Gabinete Militar do Governador (GMG). 

“Além da recuperação de 41 pontes nas rodovias mineiras, que vão reduzir os tempos de deslocamento e garantir mais segurança para quem trafega nas estradas de Minas Gerais, os projetos buscam levar segurança hídrica para as regiões mais áridas do Estado, como o Norte de Minas, Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce. São projetos de implantação de cisterna, de sistemas de abastecimento de água e, ainda, de manejo de sub-bacias. Demandas muito importantes, sobretudo neste ano de tanta escassez que vivemos”, completou Luísa Barreto.

Leia Também:  Minas Gerais é o estado com a maior cobertura na vacinação contra gripe

Portfólio de Projetos 2022

Anualmente, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), com apoio da Secretaria de Estado de Governo (Segov), elabora o Portfólio de Projetos, com a finalidade de atrair recursos de emendas parlamentares federais para execução de políticas públicas.

Em agosto, o governador Romeu Zema apresentou o Portfólio de Projetos 2022 para a bancada mineira. O documento possui duas versões: a completa, com 255 propostas em diversas áreas temáticas e regiões do estado, que somam investimentos da ordem de R$ 3,6 bilhões, e a prioritária, com 80 projetos somando R$ 1,3 bilhão.

A Seplag acompanha e monitora a execução dos recursos advindos da União e atua para otimizar e agilizar a execução desses recursos junto aos órgãos e entidades estaduais. O Portfólio de Projetos 2022 pode ser conferido clicando aqui, onde também é possível acompanhar o monitoramento dos projetos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Minas Gerais

Divulgados os finalistas do Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais

Publicados

em


A Emater-MG disponibilizou a relação dos finalistas do 18º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. São 15 amostras da categoria “Café Natural” e 16 amostras da categoria “Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado”. Os nomes dos vencedores da premiação serão relevados em live no dia 10/12, no canal da empresa no YouTube, às 14h.

Na etapa final do concurso, que ocorreu no dia 29/11, as amostras foram submetidas à análise sensorial, de acordo com a metodologia da Associação de Cafés Especiais (SCA), sendo observados atributos como fragrância, aroma, sabor, acidez, corpo, uniformidade, ausência de defeitos, doçura, finalização, equilíbrio e avaliação global. Segundo os jurados do concurso, os grãos concorrentes este ano são de excelente qualidade e devem atingir notas muito altas.

Na solenidade de encerramento do concurso e divulgação dos vencedores da premiação, serão conhecidos os três primeiros colocados de cada região produtora (Sul de Minas, Matas de Minas, Cerrado e Chapada de Minas) em cada categoria e o grande campeão estadual (a maior nota do concurso). Também será destacada a cafeicultora que obtiver a melhor pontuação entre os finalistas.

Leia Também:  Megaprojeto eólico e solar de mais de R$ 5 bilhões será implantado em Minas Gerais

O Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais é promovido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Emater-MG e da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), em parceria com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe). 

Neste ano, o concurso recebeu 1.557 inscrições.

Para conferir a lista dos finalistas, clique aqui

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA