Minas Gerais

Copasa prorroga campanha de renegociação de dívidas 

Publicados

em

 

Copasa prorrogou a campanha de renegociação de dívidas até o dia 10/7. O interessado que é beneficiário da tarifa social e da categoria comercial pode pagar suas contas atrasadas, parceladamente em até 24 vezes, sem entrada e sem cobrança de juros e multas.

Se preferir, o cliente da Tarifa Social pode, também, dividir as faturas atrasadas em até 36 meses, com entrada de 5% ou o valor de uma fatura média dos últimos 12 meses (o que for menor). Durante a pandemia, a Copasa suspendeu os cortes de água desses clientes.

Tarifa Social

Para conseguir o benefício, é necessário estar inscrito no CadÚnico, do governo federal, e fazer o cadastramento na Copasa pelo site www.copasa.com.br. Ao ser aprovado no CadÚnico, a pessoa terá direito à Tarifa Social, um benefício para as famílias de baixa renda que reduz em até 40% as faturas dos serviços de água e esgoto.

Já as condições para os empresários cadastrados na categoria comercial têm objetivo de assegurar opções de pagamentos dos débitos e permitir que os comércios que estão inadimplentes com a empresa possam regularizar a sua situação para manter ou restabelecer o fornecimento de água. Essa opção de parcelamento, em 12 vezes sem juros e sem entrada, também foi prorrogada até o dia 10/7.

Leia Também:  Quer fazer sucesso na cafeicultura?

Mais opções   

Segundo a diretora de Relacionamento e Mercado da Copasa, Cristiane Schwanka, o cliente cadastrado na tarifa comercial poderá, também, optar por ter a dívida parcelada em 24 vezes, porém, com entrada de 5% e cobrança de juros. Para as demais categorias (residencial, industrial e pública), a campanha de renegociação de dívidas prevê a entrada de 5% do total do débito ou a média dos últimos 12 meses, e o restante parcelado em até 24 parcelas, com juros.

Cristiane Schwanka explica que os clientes com fornecimento de água suspenso podem renegociar suas faturas atrasadas de forma simples pela Agência Virtual no site: www.copasa.com.br. Em seguida, basta solicitar o restabelecimento do fornecimento de água, também de forma virtual e segura.

Corte de água   

Para os clientes da Tarifa Social, a Copasa não está efetuando suspensão no abastecimento de água no período da pandemia. Para os demais, a suspensão ocorre após emissão de fatura com o vencimento estipulado, caso os usuários não façam o pagamento. O cliente recebe um aviso de débito, com prazo, alertando sobre a conta vencida e sobre o corte. Passado o período estipulado para pagamento, o corte será feito.

Leia Também:  Pico da pandemia de covid-19 em Minas é adiado para julho

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Minas Gerais

Romeu Zema participa da formatura de 500 novos soldados do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais

Publicados

em


O governador Romeu Zema participou, neste sábado (31/7), da formatura de 500 novos soldados do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Eles atuarão nas diversas unidades no estado, dando continuidade ao plano de expansão da corporação em 14 municípios até o final de 2021 e contribuindo para a melhoria do atendimento em Minas Gerais. 

“Apesar de todas as dificuldades que temos enfrentado, fizemos este concurso para 500 soldados e estamos disponbilizando para todas as regiões do estado, com abertura inclusive de novas unidades em  várias cidades como João Pinheiro, Araçuaí, Bocaiuva e várias outras, levando mais segurança e estrutura para o povo mineiro”, afirmou Zema durante a formatura, realizada na Academia dos Bombeiros, em Belo Horizonte. 

O reforço no quadro de soldados da corporação ocorre em momento de grande demanda por atendimento devido aos incêndios em vegetação. Os meses de julho, agosto e setembro, historicamente, são os de maior atendimento desse tipo de ocorrência pelos Bombeiros. Até  junho deste ano foram atendidas 8.073 ocorrências deste tipo no estado. Ao longo de 2020, foram quase 21 mil chamados. 

Leia Também:  Municípios mineiros voltam a comprar alimentos da agricultura familiar por meio do Pnae

O comandante-geral do CBMMG, coronel Edgard Estevo, reconheceu o esforço do governo estadual para a abertura das vagas para o concurso de soldados. “Rendemos nossos agradecimentos ao governo. Suas ações comprometidas com o bem-estar do povo mineiro e a eficiência administrativa promovem resultados positivos, mesmo em meio ao cenário de pandemia. Todas a vezes que pleiteamos cooperação do governo o Corpo de Bombeiros Militar é assistido”, destacou. 

Curso

A turma começou a formação em novembro de 2020, com carga horária de 1.412 horas. 

O presidente do Tribunal de Justiça de Minas, desembargador Gilson Soares Lemes, foi o paraninfo da turma e ressaltou a importância do trabalho do bombeiro militar. “Em breve, em toda Minas Gerais chegarão reforços importantes, que irão onde houver necessidade de ajuda. É uma honra ser escolhido paraninfo dessa turma. Ser bombeiro é o sonho de muitos meninos e meninas que enxergam na profissão heróis”, ressaltou. 

Novo concurso

Anunciado em junho pelo governador, o novo concurso do CBMMG vai ofertar 145 vagas para o Curso de Formação de Soldados (CFSd) e 21 vagas para o Curso de Formação de Oficiais (CFO). 

Leia Também:  Auxílio emergencial: 'Não existe prorrogação', diz ministro Paulo Guedes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA