conecte-se conosco


Política

De acordo com o site Yahoo Moro e Guedes se aliam a Mandetta

De acordo com os principais jornais do país, os ministros, Sérgio Moro (Justiça) e Paulo Guedes (Fazenda) se uniram nos bastidores para fortalecer o colega Luiz Henrique Mandetta (Saúde) nas ações relacionadas ao combate do covid-19 no Brasil. Os 2 ministros endossam as orientações do colega e do seu Ministério: o isolamento social como a […]

Publicados

em

De acordo com os principais jornais do país, os ministros, Sérgio Moro (Justiça) e Paulo Guedes (Fazenda) se uniram nos bastidores para fortalecer o colega Luiz Henrique Mandetta (Saúde) nas ações relacionadas ao combate do covid-19 no Brasil. Os 2 ministros endossam as orientações do colega e do seu Ministério: o isolamento social como a forma mais eficaz de prevenir a contaminação comunitária.

O trio também ganhou apoio de alguns setores militares e criou uma espécie de bloco oposto ao comportamento de Bolsonaro com relação ao confinamento das pessoas, medida adotada por grande parte dos países do mundo. O atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump que adotava o discurso de defesa da economia já recuou, e pediu que os americanos fiquem em casa.

Economistas analisam o covid-19 comparando com a gripe Espanhola. A pandemia que matou centenas de milhares de pessoas no século passado causou danos agressivos em cidades que não adotaram medidas protetivas, em contrapartida as cidades que seguiram as recomendações dos profissionais de saúde na época se recuperaram financeiramente com muito mais agilidade.

Leia Também:  CAMISA QUE MORO VESTIU FOI DADA POR UM ALPINOPOLENSE

Profissionais de comportamento social defendem que a reabertura do comércio não vai salvar a economia e consideram que não existe clima para comemorações, negociações e compras em uma sociedade que sofre com uma pandemia.

No Brasil vale lembrar que nos últimos dias a cúpula do Congresso e o presidente do STF, Dias Toffoli, manifestaram apoio ao isolamento social. A Folha de São Paulo divulgou que recentemente Sérgio Moro disse a alguns auxiliares próximos que estava insatisfeito com as recentes atitudes de Jair Bolsonaro.  O ministro da Fazenda Paulo Guedes, outro braço forte do atual governo, disse que não vê motivos para o Brasil colocar fim ao isolamento, dando apoio a Mandetta.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Política

Ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, apresenta palestra para convidados em Capitólio

Publicados

em

Com formação em administração, com cursos de pós-graduação e mestrado em Genebra, Suíça, em estratégia do desenvolvimento, o ministro do TCU Augusto Nardes,  egresso do Parlamento traz consigo o gosto pelo ideário de servir à coletividade, tese que defende desde a sua  primeira eleição, em 1972. Nardes abriu o encontro na manhã dessa segunda-feira, 11 de outubro,  em Capitólio, com o tema “Inovação em Governança: Qual o futuro da gestão  pública?”. 

O ministro abriu a palestra falando sobre suas origens, defendendo com muito orgulho a história da sua família.

“Gaúcho, missioneiro, descendente de tropeiros, filho do Brasil, exercer o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União, como o faço desde o dia 20 de setembro de 2005, permite-me atuar na proteção dos direitos não só do povo de meu Estado, mas de todo o povo de meu país. Neste seleto colegiado onde já tomaram assento grandes vultos do Rio Grande do Sul e do Brasil, busco, todos os dias, honrar o compromisso assumido no termo de posse, desempenhando com independência e exação os deveres do cargo, cumprindo e fazendo cumprir a Constituição Federal e as leis da Nação, notadamente no que diz respeito à fiscalização e ao controle externo dos recursos públicos de competência da União.”

Augusto Nardes , imbuído das responsabilidades da magistratura de contas, honrosamente presidiu a Casa no biênio 2013-2014, oportunidade em que implantou, entre outros conceitos, a especialização das unidades técnicas e as auditorias coordenadas. O ministro também esteve à frente da Olacefs na primeira vez em que o Brasil exerceu a presidência da Organização, criada há mais de 50 anos para congregar as entidades de fiscalização superior da América Latina e do Caribe.

“Atuar em um órgão de jurisdição nacional e de estatura constitucional como o Tribunal de Contas da União é poder pensar o futuro do Brasil em um contexto político global, não apenas sob os aspectos da legalidade, legitimidade e economicidade dos atos da administração pública, mas com foco na boa governança, na sustentabilidade e na competitividade, de modo a contribuir para o desenvolvimento do país em benefício da sociedade, e para o engrandecimento crescente de nossa Nação perante as grandes potências do planeta.” afirma Augusto.

Durante a palestra Augusto Nardes norteou os prefeitos e demais gestores sobre a importância da governança e a responsabilidade do ator público. Nardes destaca que os prefeitos devem trabalhar pela coletividade sem pensar apenas em si e na reeleição, de forma que possa assumir a postura de liderança para tornar a vida das pessoas melhor. O ministro ainda fez questão de apresentar ferramentas que conduzam o munícipio para Eficiência, Eficácia e Efetividade. Também elencou os 10 passos para ser um gestor de resultados, pautando sempre na transparência e no compromisso com o cumprimento das leis.

Leia Também:  59 dos 77 deputados mineiros receberam doações de mineradoras. Cássio disse em nota que não recebeu verba de mineradora.

Augusto destacou que políticas públicas são um conjunto de ações, metas e planos definidos por corpo técnico do munícipio para o bem estar de todos. Políticas públicas são tudo aquilo que o governo decide ou não fazer, mas não somente na sua gestão, pois políticas públicas demandam decisões para mudar o Estado a longo prazo, de natureza continuada e transcendente a uma única gestão.

Nesse sentido quando o gestor assume uma cadeira com o pensamento de “MEU MANDATO” subentende-se que está fadado ao fracasso, pois levamos em conta que o trabalho deve ser sempre contínuo e plural e não apenas de uma pessoa só.

A palestra contou com a ilustre participação do coordenador de inovação e governança, com destaque internacional no parlamento europeu, Walter Marinho, com o deputado estadual, Antônio Carlos Arantes (PSDB), com o presidente da AMM (Associação Mineira dos Munícipios, Gilvan Lacerda, com o prefeito de Capitólio, Cristiano Silva (PP), com a presidente da Câmara de Capitólio, Mirian Rattis (DEM), diversas lideranças estaduais e dezenas de empresários. Alpinópolis foi representada pelo vereador Alex Cavalcante (PSDB) e pelo empresário João Bandeira. O ministro esteve em Capitólio a convite do prefeito ,Cristiano Silva.

Leia Também:  Nocaute: Minas passa vergonha e deputados levam o Estado a lona

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA