Minas Gerais

Novos equipamentos modernizam laboratórios e capacidade de pesquisa da Epamig ILCT

Publicados

em


O Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT), ligado à Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), recebeu recursos para a modernização dos laboratórios de pesquisa que atendem as áreas técnica, de ensino e a fábrica-escola. Os novos equipamentos vão permitir a modernização dos laboratórios, o aumento da capacidade de pesquisa e a introdução de novas linhas de pesquisa, em especial no que se refere à qualidade analítica. 

O coordenador do Programa Estadual do Programa de Pesquisa em Leite e Derivados da Epamig e professor da Epamig ILCT, Junio de Paula, destaca a importância dos investimentos em melhoria da estrutura.

“Com o tempo, muitos equipamentos perderam sua função e tornaram-se obsoletos. Este fato dificulta as parceiras público-privadas. Os recursos para aquisição dos equipamentos são fundamentais para modernizar a estrutura para a realização de pesquisas e atendimento ao público externo (cursos e parcerias) e vão beneficiar professores, pesquisadores, cursistas, alunos e indústrias de laticínios de todo o estado”, diz.

Dentre as ferramentas atualizadas estão sistema de filtragem, aparelho purificador de água, medidor de PH digital, destilador de nitrogênio e kits de reposição para uso nos próximos dois anos. ”O bom emprego dos recursos permitiu também a aquisição de um crioscópio eletrônico, para medida de fraude de água em leite, e de um microscópio, para análises bioquímicas e microbiológicas. Esses materiais que não estavam previstos na proposta original, mas que se adequaram à verba liberada, serão de grande utilidade para as atividades de pesquisa e de ensino”, completa o coordenador.

Leia Também:  SUVs da JAC mudam de nome, ganham equipamentos e visual renovado

A aquisição dos materiais está sendo feita com verba de emenda parlamentar. Esta modalidade de captação de recursos é uma das formas de a Epamig assegurar investimentos em melhorias em sua infraestrutura de pesquisa e transferência de tecnologias.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Minas Gerais

Minas distribui mais de 633 mil doses de vacinas contra a covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) iniciou, neste sábado (25/9), o repasse de 633.030 doses de imunizantes contra a covid-19 às Unidades Regionais de Saúde (URSs). São 544.050 doses da Pfizer e 88.980 da AstraZeneca. Esta remessa faz parte do 53º lote de vacinas contra a covid-19.
 

A tabela com as doses que serão distribuídas por municípios será divulgada em breve pela SES-MG.

As doses do imunizante da Pfizer são destinadas para o reforço da vacinação de pessoas imunossuprimidas, que tenham 28 dias de aplicação da segunda dose, e idosos de 79 a 75 anos de idade, que tenham 6 meses da aplicação da D2.

As doses serão destinadas, ainda, para completar o esquema de vacinação (D2) de pessoas de 50 a 54 anos de idade, de trabalhadores industriais e de caminhoneiros. Além disso, a Pfizer também será utilizada para iniciar a vacinação (D1) de adolescentes de acordo com os critérios de prioridade.

A vacina da AstraZeneca deverá ser aplicada como D2 nos grupos de trabalhadores da indústria, trabalhadores da saúde, trabalhadores de transporte coletivo, caminhoneiros, pessoas de 55 a 59 anos e pessoas de 50 a 54 anos.

Leia Também:  Duas cientistas vencem Nobel de Química por pesquisa com genoma

Até essa sexta-feira (24/9), o Governo de Minas repassou aos municípios 24.945.029 doses de imunizantes contra a covid-19. O percentual de cobertura vacinal com a primeira dose já ultrapassou 88,8% da população acima de 18 anos e a segunda dose já alcança 48%.

Tendo em vista o objetivo principal da vacinação, de reduzir casos graves e óbitos pela doença, é fundamental alcançar altas e homogêneas coberturas vacinais. Para tanto, a SES-MG mantém todos os esforços para agilizar a distribuição das doses às Regionais de Saúde e garantir que a vacina seja aplicada em todo o público-alvo.

Logística

Receberá vacinas por aeronaves do CBMMG a seguinte URS:

-SRS Governador Valadares

Retirarão as vacinas na Rede de Frio da URS polo, ou receberão em sua própria Rede de Frio por meio do transporte de outra URS, as seguintes URSs:

–      GRS Ituiutaba (pegar com SRS Uberlândia)
–      GRS Januária (pegar com SRS Montes Claros)
–      SRS Juiz de Fora (pegar com GRS Leopoldina)
–      SRS Manhuaçu (pegar com SRS Ponte Nova)
–      SRS Passos (pegar com SRS Alfenas)
–      SRS Pouso Alegre ( pegar com SRS Varginha)
–      SRS Teófilo Otoni (pegar com GRS Pedra Azul)
–      GRS Ubá (pegar com GRS Leopoldina)
–      SRS Uberaba (pegar com SRS Uberlândia)
 

Leia Também:  Minas Atende completa um ano com ganhos em transformação digital 

Retirarão as vacinas na Central Estadual de Rede de Frio, as seguintes URSs:

– SRS Belo Horizonte
– SRS Montes Claros
– GRS Itabira
– GRS São João del-Rei
– SRS Alfenas
– SRS Barbacena
– SRS Diamantina
– GRS Leopoldina
– SRS Patos de Minas
– GRS Pirapora
– SRS Ponte Nova
– SRS Varginha
– SRS Cel. Fabriciano
– SRS Divinópolis
– GRS Pedra Azul
– SRS Uberlândia
– GRS Unaí

Quantitativo

Acesse vacinaminas.mg.gov.br/ e acompanhe o quantitativo de doses recebidas pelo estado a cada remessa e as principais informações sobre a vacinação contra a covid-19 em Minas Gerais.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA