Manchete

UEMG Passos ganha exemplares do livro “Monsterlog”

Publicados

em

O livro “Monsterlog, da autora Bianca Bizaio Silva, vem chamando a atenção do público por apresentar umanarrativa enigmática e envolvente; a obra foi lançada no Brasil e nos Estados Unidos e conta com edição de Amy Weingartner, roteirista da Marvel

FOTO

Crédito: Arquivo Redação Agência Escola (RAE)

Legenda: Monsterlog” leva o leitor para um mundo de fantasia onde habitam monstros, bruxas, vampiros edragões

Escrito Por: André Castro

Aluno do 5º Período de Jornalismo

A Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) – Unidade Passos foi contemplada neste mês de junho com uma doação inédita. A autora Bianca Bizaio Silva, 32 anos, natural de Paulínia – SP, doou para a universidade doze exemplares do seu livro “Monsterlog” que traz narrativa enigmática, envolvente e muito interessante, principalmente, para o público jovem.

A obra foi lançada oficialmente no Brasil em dezembro de 2022.  Em suas 464 páginas, “Monsterloginsere o leitor num mundo de fantasia onde habitam personagens que existem na imaginação – monstros, bruxas, vampiros e dragões que sonham ter uma vida normal junto da sociedade.

O livro aborda também o tema sexualidade, tratandodiretamente com o público LGBTQIA+. “A saga trazdiscussões importantes como aceitação, luto, crescimento pessoal e desapego de ideias preconceituosas”, revela B.B. Bizaio. Esse é o primeiro livro publicado por ela, mas que aponta para uma carreira de sucesso, pois a história tem agradado públicos diversos alcançando, inclusive, o mercado internacional. Monsterlog foi lançado em março deste ano, nos Estados Unidos, e conta com Alex Garfincomo garoto propaganda. O ator interpreta Jordan Kent, o filho do Superman, na série “Superman & Lois”.

Leia Também:  Repórter Marcelo Augusto mostra acidente no centro de Passos

A narrativa se destaca ainda pelos traços de RPG (Role Playing Game) com desenvolvimento dos personagens em tempo real. Todas as emoções são narradas, desde os aspectos que lembram a vida real, até as lutas e combates. Isso faz com que o leitor sinta como se estivesse vivendo a história.

Para o coordenador do curso de Jornalismo da UEMG Passos e da Redação Agência Escola (RAE), Professor Doutor Antônio Donizeti de Carvalho, receber essa doação foi uma grande surpresa e satisfação. “A doação dos livros enriquecerá o acervo da universidade, por tratar de um tema atual e relevante para a nossa sociedade. Esperamos que a leitura possa estabelecer vários debates acerca do assunto”, disse o coordenador. O livro entra para o acervo de literatura Queer da UEMG Passos e estará disponível nas bibliotecas da unidade.

A doação foi possível graças a um encontro inesperado, em Nova York, entre a supervisora técnica daRAE – UEMG Passos, Larisa Cavalcante, e KiviaHenning, assessora de Bianca Bizaio. Kivia é sócia de Bianca e responsável pela Editora Pride Authors, agênciacom sede em Curitiba-PR e Manhattan-NY, que tem como missão apoiar autores e obras relacionadas ao públicoLGBTQIA+. Kivia justificou que a decisão de doar os livros para a UEMG Passos levou em conta os diversos trabalhos acadêmicos, ações educativas e palestras que a unidade promove sobre essa temática.

O coordenador do curso de Comunicação SocialPublicidade e Propaganda e da RAE, Professor Fábio Pacheco, revela que “O livro é atrativo, atende a proposta, traz elementos interessantes na capa e apresenta uma boa tipografia que facilita a leitura. É de grande valia para os estudantes que a UEMG ofereça uma literatura que abordetemas e discussões tão importantes”. O livro também é oferecido em formato ebook e pode ser adquirido gratuitamente na internet.

Leia Também:  Coletivo de agricultoras familiares ganha prêmio internacional

Parceria Internacional

A história contada por B.B. Bizaio em “Monsterlogchamou a atenção de grandes nomes do cinema nos Estados Unidos, inclusive, de Amy Weingartner que já escreveu “Batman: O Retorno”, “Frozen” e “Homem-Aranha”.  “Ela se interessou pela história e propôs uma parceria, se tornando sócia do projeto”, explicou Kiviacompletando que Amy contribuiu de forma essencial para a publicação do livro.

Kivia contou também que nos últimos doze anos, B. B. Bizaio se dedicou a escreverMonsterlog”. Durante esse período, ela  dividiu seu tempo para ser técnica em Química, cursar a faculdade de Letras e ser professora em uma escola de inglês. Mas sua paixão pela literatura sempre permaneceu viva, mesmo escrevendo poucas vezes ao dia.

A intenção da autora é de que “Monsterlog” tenha uma sequência de nove livros, divididos em atos, com lançamentos anuais.  Aliás, Bizaio garante que a saga se encontra pronta, apenas aguardando as novas publicações.

Sobre sexualidade, a autora revela que a temática LGBTQIA+ não foi programada.Me coloquei no lugar dos personagens, em seus sonhos, dúvidas e questões existenciais. Não planejei suas sexualidades previamente, eles apenas foram se mostrando e eu os abracei do jeito que são”, finalizou

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

5 DICAS PARA TURBINAR SEU CELULAR

Acontece com todos nós: quando compramos um celular novo, ficamos maravilhados com a velocidade de funcionamento dele, mas à medida que o usamos, essa velocidade começa a cair e certas operações podem ficar meio enfadonhas. Agora pense em quantos aplicativos você tem e não usa? E arquivos antigos guardados? Certamente muitos, e isso afeta a […]

Publicados

em

Por

Acontece com todos nós: quando compramos um celular novo, ficamos maravilhados com a velocidade de funcionamento dele, mas à medida que o usamos, essa velocidade começa a cair e certas operações podem ficar meio enfadonhas.

Agora pense em quantos aplicativos você tem e não usa? E arquivos antigos guardados? Certamente muitos, e isso afeta a velocidade dos smartphones.

Aqui, apresentamos uma série de coisas simples que você pode fazer para melhorar o desempenho e a velocidade do seu aparelho.

1 – Exclua os aplicativos que não usa

Parece muito básico, mas todos temos aplicativos que baixamos para determinada ocasião e deixamos lá.

Também existem apps que vêm pré-instalados no seu celular e você não usa, e na maioria dos casos você pode desinstalar.

Muito provavelmente você já sabe quais aplicativos são menos usados, mas se precisa de ajuda com isso é possível verificar no seu iPhone, bem como em telefones com o sistema operacional Android.

No caso do iPhone você precisa ir em Configuração, Geral, Armazenamento, para excluir os aplicativos que você usa menos.

Para os telefones com Android, é preciso ir até a Play Store, clicar no botão de menu no canto superior esquerdo (os três tracinhos que aparecem no topo), ir para Meus Apps e Jogos Instalados e alterar a ordem de Alfabética para Último Uso. Lá você poderá ver claramente quais são os aplicativos que você mal usa ou mesmo nunca utilizou.

Leia Também:  Notícias do Galera Notícias passa a ter ferramenta de audiodescrição

2 – A escolha do papel de parede

Você está sentindo que seu telefone demora para mudar de um aplicativo para outro?

Talvez o problema esteja no seu papel de parede. Opte por um estático e isso provavelmente ajudará, já que os papéis de parede animados tendem a fazer tudo ficar mais lento.

3 – Libere espaço

Aqui entram os aplicativos que você não usa, sobre os quais falamos antes, mas também todas as fotos e arquivos que você baixou e deixou no seu aparelho.

Provavelmente você tem um celular cheio de fotos e vídeos dos quais não quer se desfazer. Mas há uma maneira muito simples de salvá-los sem ter que saturar o seu smartphone: guarde eles na nuvem, por meio de serviços como o iCloud da Apple ou o Google Fotos. Assim você poderá excluí-los do celular, mas acessá-los sempre que quiser por meio da nuvem.

Também há solução para outro elemento do qual sempre esquecemos, e que também ocupa espaço: os arquivos baixados dos quais já não precisamos. Em Configurações no seu celular, acesse “Armazenamento” e veja os arquivos baixados que você pode excluir.

Leia Também:  Nova Serrana, no Centro-Oeste, ganha novo prédio escolar

4 – Instale versões leves dos aplicativos

Isso é especialmente importante se você está usando um telefone com uma memória mais baixa.

Alguns dos aplicativos mais populares, como Facebook, Messenger ou Twitter, têm versões leves (Facebook Lite, Messenger Lite, Twitter Lite).

Se você usá-las com certeza vai perceber uma melhora na velocidade do seu telefone.

5 – Desconectar serviços móveis, se você não os usa

Também algo muito básico, mas que todos nós esquecemos. Quando deixamos de usar serviços como WiFi, Bluetooth ou GPS, muitas vezes esquecemos de desconectá-los.

Deve-se ter em mente que muitas vezes não é possível desativar os serviços de localização, pois muitos aplicativos precisam deles.

Mas se você realmente não precisar desses serviços, é melhor desconectá-los. Isso tem impacto não apenas na velocidade do telefone, mas também na vida útil da bateria.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA