conecte-se conosco


Minas Gerais

Projetos da Saúde promovem a vacinação em Minas Gerais 

Publicados

em

Nesta quinta-feira (9/6), é celebrado o Dia Nacional da Imunização. A data deve ser comemorada diante da importância da vacinação no combate a doenças imunopreveníveis. Vacinas salvam vidas. Em Minas Gerais, são diversas as ações desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) voltadas para o aumento da cobertura vacinal por meio do incentivo e monitoramento da imunização da população. 

Destaca-se, nesse sentido, o projeto “Estratégias para o Aumento das Coberturas Vacinais em Crianças Menores de 2 Anos no Estado de Minas Gerais”, realizado pela Superintendência de Vigilância Epidemiológica da SES-MG, em parceria com o Núcleo de Pesquisas e Estudos em Vacinação (NUPESV/UFMG) da Universidade Federal de Minas Gerais. 

A partir de uma pesquisa realizada em janeiro de 2022, segundo a qual as Unidades Regionais de Saúde (URS) apresentavam tendência decrescente de cobertura vacinal desde 2015, a SES-MG elaborou estratégias para monitorar e melhorar os indicadores de imunização. O planejamento de ações para fomentar a vacinação foi desenvolvido e, desde março, equipes da SES-MG já realizaram oito oficinas de trabalho em cidades-sedes das regionais de saúde identificadas como prioritárias. Cerca de 500 trabalhadores de saúde dos municípios foram envolvidos no processo. 

Nas oficinas, os gestores municipais iniciaram a construção dos planos de ação locais baseados em indicadores pré-estabelecidos, como: capacitação dos profissionais de vacinação, supervisão nas salas de imunização, estratégias de vacinação extramuro, atualização do cartão de vacina dos faltosos, visita domiciliar para busca ativa e reuniões mensais com a equipe de imunização e atenção primária à saúde. 

Segundo a superintendente de Vigilância Epidemiológica da SES-MG, Eliane Nobre, o programa busca sensibilizar a população sobre a importância da imunização. Para a superintendente, diversas causas levam à queda do número de crianças e adolescentes imunizados, entre elas a necessidade de conscientização dos pais, além de motivos socioeconômicos.  

“Entendemos que a elaboração de um plano de ação direcionado aos diferentes atores nos municípios (trabalhadores de saúde e gestores) pode contribuir para melhorar os indicadores de cobertura vacinal das crianças menores de dois anos, especialmente por aumentar a sensibilidade das equipes das salas de vacina e, consequentemente, ampliar o acesso aos serviços de saúde”, explica Eliane. 

Leia Também:  Menino com leucemia ganha "dia de bombeiro" em Belo Horizonte

A estratégia da SES-MG de capacitação de profissionais conta também com o apoio do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde Minas Gerais (Cosems-MG). “Nós procuramos, durante a pandemia, capacitar os gestores, o que propiciou ao Estado destaque na cobertura vacinal da covid-19. Agora, no pós-pandemia, temos que levar mais orientação aos profissionais e o entendimento até os usuários de que a vacina salva. A parceria entre SES e Cosems foi um sucesso e com certeza vamos continuar, para que os indicadores de vacina subam novamente. Somente a cobertura vacinal alta propicia a diminuição das internações e, consequentemente, dos óbitos”, ressalta o secretário Municipal de Saúde de Nanuque e vice-presidente estadual do Cosems-MG, Ricardo Viana. 

Outra parceria da SES-MG é com a Escola de Saúde Pública (ESP-MG) para o desenvolvimento de ações de educação permanente para aqueles que atuam diretamente na vacinação em todo o estado. A partir de agosto haverá cursos de qualificação para os trabalhadores das salas de vacina. A previsão é de que aproximadamente 2 mil profissionais sejam selecionados para a capacitação. A seleção dos participantes se dará por meio de critérios específicos e da indicação dos gestores. A metodologia proposta visa orientar os profissionais a detectar os problemas reais e buscar soluções originais e criativas para solucioná-los. 

Gamov 

Criado pela SES-MG em julho de 2021 para desenvolver estratégias de vacinação contra a covid-19, o Grupo de Análise e Monitoramento da Vacinação (Gamov) tem como foco a análise crítica do cenário de saúde, a simplificação dos processos e a priorização dos municípios mais críticos em relação à imunização. O Grupo também é ligado à Superintendência de Vigilância Epidemiológica e promove a discussão integrada entre todos os setores. As orientações são padronizadas e o apoio aos municípios do estado é mais efetivo. 

Com a ampliação da vacinação contra a  covid e a redução do número de óbitos pela doença este ano, o Gamov passou a aplicar a experiência adquirida para reforçar a administração dos demais imunizantes do calendário anual infantil. O grupo está diretamente ligado ao projeto “Estratégias para o Aumento das Coberturas Vacinais em Crianças Menores de 2 Anos no Estado de Minas Gerais”, sendo responsável pelo monitoramento dos planos de ação municipais e dos indicadores da iniciativa. O primeiro monitoramento está agendado para agosto de 2022. 

Leia Também:  Bombeiros de Minas Gerais fazem balanço da missão em Pernambuco

Proagri Saúde 

A SES-MG também desenvolveu o Projeto de Integração das Ações de Vigilância em Saúde para a Agricultura Familiar (Proagri Saúde). Neste programa, as Superintendências de Vigilância Sanitária e de Vigilância Epidemiológica, as Unidades Regionais de Saúde de Diamantina, Januária, Montes Claros, Pedra Azul, Pirapora e Teófilo Otoni e as vigilâncias em saúde de cada município circunscrito nas seis regionais estão organizando ações para otimizar a detecção e prevenção de doenças. O projeto estende as ações de vigilância em saúde para a agricultura familiar. Além do monitoramento da vacinação, os cuidados com este público envolvem a vigilância sanitária, a saúde do trabalhador e a investigação epidemiológica, entre outros. 

Outra ação da SES-MG durante a pandemia foi a criação do painel Vacinômetro, que realiza o monitoramento da imunização da população mineira contra a covid-19. Por meio do painel é possível verificar a quantidade de doses recebidas pelo Ministério da Saúde, o número de vacinas enviadas aos municípios e o total de doses aplicadas. O painel fornece ainda informações da cobertura vacinal por idade, raça, sexo, macrorregião e município. 

Também vale ressaltar as iniciativas da SES-MG para promover o Calendário Nacional de Vacinações, instituído pelo Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde. Atualmente, estão em curso, até o dia 24/6, as campanhas nacionais de vacinação contra a influenza e o sarampo. As vacinas são gratuitas e estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde em todo o Estado. 

Por fim, a SES-MG destaca a importância de manter o cartão de vacina atualizado, tanto para crianças quanto para adultos, uma vez que a imunização é a maneira mais eficaz de prevenir doenças. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Minas Gerais

Governador prestigia posse do novo presidente do TJMG

Publicados

em

O governador Romeu Zema participou da posse do novo presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), desembargador José Arthur Filho, que assume o cargo para o biênio 2022-2024. A cerimônia ocorreu nesta sexta-feira (1/7), no Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

Zema celebrou sua primeira participação presencial em uma posse da presidência do órgão, já que, durante a cerimônia de 2020, ele só pôde fazê-lo por videoconferência, em função da pandemia. “Fico muito satisfeito de o Tribunal mais uma vez ter feito um processo transparente, liso, e ter nomeado alguém com tanta capacidade”, disse, ao dar boas vindas ao magistrado no comando da Casa.

O governador comentou sobre o respeito mútuo que que manteve com os dois presidentes anteriores do TJMG, contemporâneos de sua gestão à frente do estado. “Somos um governo transparente, que preza por um bom relacionamento, e tenho certeza que vamos aprimorar o que já era bom”, afirmou.

O novo presidente do TJMG foi empossado pelo antecessor, desembargador Gilson Soares Lemes, que ocupava o cargo desde 2020. Ao transmitir a presidência, Gilson Soares Lemes fez um balanço das conquistas desses dois anos à frente do cargo. “Nesse biênio, muitas sementes foram plantadas e  os frutos estão agora sendo colhidos”, afirmou, ao citar avanços em áreas como tecnologia, infância e juventude, sustentabilidade e combate à violência contra a mulher.

Leia Também:  Menino com leucemia ganha "dia de bombeiro" em Belo Horizonte

Ele salientou o trabalho de conciliação do Tribunal para a resolução de conflitos, em especial referência ao papel desempenhado após o rompimento da barragem de Brumadinho. “Destaco o acordo de proporções históricas e de repercussão mundial, no valor de quase R$38 bilhões, celebrado entre a mineradora Vale, o estado de Minas e as instituições públicas, um entendimento que encerrou uma batalha jurídica que poderia se estender por mais de duas décadas”, disse, citando ainda o programa Destrava Minas, responsável por desemperrar obras públicas que não tiveram andamento em razão de entraves jurídicos, por meio de um comitê interinstitucional, com a Advocacia Geral do Estado (AGE) representando o Governo de Minas Gerais.

José Arthur Filho se formou em Direito no ano de 1984, pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ele já havia ocupado cargos na Diretoria da Associação dos Advogados de Minas Gerais,foi diretor jurídico do Banco de Crédito Real, consultor jurídico do Instituto Mineiro de Assistência aos Municípios (Imam) e também atuou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG).

O novo encarregado pela direção do colegiado de magistrados enfatizou o papel do Judiciário na proteção de uma sociedade livre, justa, fraterna e solidária, obedecendo preceitos da Constituição Federal de 1988, e reverberou a importância de manutenção do diálogo entre instituições. “Manteremos uma relação harmoniosa e o equilíbrio entre os Poderes, seguiremos em defesa de garantias e independência e autonomia do Judiciário, vamos fortalecer o permanente diálogo com advogados, procuradores do Estado, Ministério Público e membros da Defensoria Pública com o objetivo comum de defesa da ordem jurídica e do estado democrático”, assinalou.

Leia Também:  Divulgado resultado da seleção de consórcios públicos para projeto de concessão referente a Resíduos Sólidos Urbanos

Ele chegou ao tribunal ao assumir uma cadeira como desembargador do TJMG em 2014 e, antes de chegar à presidência do tribunal, havia sido superintendente adjunto administrativo da Casa, onde também exerceu as funções de superintendente de Planejamento Administrativo e Gestão de Bens, Serviços e Patrimônio, além de membro da Comissão de Orçamento, Planejamento e Finanças.

Também tomaram posse na cerimônia os demais integrantes da Alta Direção da Corte: desembargador Alberto Vilas Boas Vieira de Sousa  (primeiro vice-presidente), desembargador Renato Luís Dresch segundo (vice-presidente), desembargadora Ana Paula Nannetti Caixeta (terceira vice-presidente), desembargador Luiz Carlos de Azevedo Corrêa Junior (corregedor-geral de Justiça) e Yeda Monteiro Athias (vice-corregedora-geral de Justiça).

O Legislativo mineiro também esteve na solenidade, com a presença do presidente do  Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Agostinho Patrus. A mesa de honra foi composta ainda pelo prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman, e pela presidente da Câmara Municipal de BH, Nely Aquino, além do senador Alexandre Silveira e do deputado federal Olavo Bilac.

Fonte: Agência Minas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA