Tribunal de Justiça

Desembargador Antônio Carlos Cruvinel é homenageado em sua última sessão no TJMG

Publicados

em

Not-despedida-des.Cruvinel-placa.jpg
Os desembargadores integrantes da 3ª Câmara Criminal entregaram uma placa em homenagem ao desembargador Cruvinel ( Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

O desembargador Antônio Carlos Cruvinel participou nesta quinta-feira (15/12) de sua última sessão na 3ª Câmara Criminal Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), colegiado que ele preside. Após 46 anos de dedicação à magistratura, o desembargador se despede do Judiciário mineiro em função de sua aposentadoria. Na ocasião, várias homenagens foram feitas ao magistrado.

A sessão contou com a participação do 1º vice-presidente do TJMG, desembargador Alberto Vilas Boas, que representou o presidente da Corte mineira, desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho; de integrantes da 3ª Câmara Criminal — desembargadores Fortuna Grion, Maria Luíza de Marilac, Octavio Augusto De Nigris Boccalini e Franklin Higino Caldeira Filho —; do corregedor-geral de Justiça, desembargador Luiz Carlos de Azevedo Corrêa Junior; do superintendente administrativo adjunto, desembargador Geraldo Augusto de Almeida; e de diversos outros desembargadores, assessores, servidores, familiares e amigos do homenageado.

Not-despedida-des.Cruvinel-mesa.jpg
O 1º vice-presidente, desembargador Alberto Vilas Boas (C), representou o presidente José Arthur Filho na solenidade  Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

Dedicação e sabedoria

O 1º vice-presidente, desembargador Alberto Vilas Boas, iniciou as homenagens compartilhando com os presentes o pronunciamento enviado pelo presidente José Arthur Filho. “Trata-se de um homem que abraçou os desafios do seu tempo. Como muitos magistrados que iniciaram suas carreiras no Sistema de Justiça, há quase meio século, o desembargador Cruvinel assistiu à revolução silenciosa que soprou sobre o Judiciário, com a introdução das novas tecnologias, mais em mais, em nossas rotinas”, disse.

No texto, o presidente José Arthur Filho destacou que o desembargador Cruvinel soube enfrentar todas as mudanças com resiliência e sabedoria, e que percorreu sua jornada com absoluta dedicação. “Estou certo de que a experiência profissional e de vida acumuladas abrirão as portas para grandes descobertas. Esta Casa estará permanentemente aberta para Vossa Excelência, que tanto ajudou a trazer a Corte estadual mineira para o patamar de distinção em que hoje ela se encontra”, afirmou.

Not-despedida-des.Cruvinel-des.Fortuna.jpg
Desembargador Fortuna Grion destacou que a aposentadoria significa o começo de um novo ciclo ( Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

Novo ciclo

O desembargador Fortuna Grion, que presidiu a parte da sessão dedicada às homenagens, iniciou sua fala com uma parábola do filósofo libanês Kalil Gilbran sobre o medo do rio no momento de desaguar no oceano. Fazendo um paralelo com a aposentadoria, o magistrado observou que essa fase da vida representa o fim de um ciclo, mas também o início de outro, “mais amplo, mais inclusivo, com novos sabores, novas percepções, agora sem os compromissos, as obrigações e as limitações da toga”. 

Segundo o desembargador Fortuna Grion, a magistratura é muito mais que uma profissão que se alcança por meio do estudo e da dedicação. “Ela é uma predestinação que se aceita e que nos torna responsáveis pelo nosso próximo, o jurisdicionado”, afirmou, ressaltando que o desembargador Cruvinel ajudou a escrever a história da Justiça em Minas e da Corte mineira. “As novas gerações que chegarem a este Tribunal certamente terão bom exemplo de julgador nas lições deixadas por Vossa Excelência”, disse.

Leia Também:  Comarca de Juiz de Fora promove reunião sobre o Plano Municipal pela Primeira Infância
Not-despedida-des.Cruvinel-desa.Marilac.jpg
A desembargadora Maria Luíza de Marilac afirmou que o homenageado irá deixar um legado de probidade e eficiência ( Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

Convivência enriquecedora

A desembargadora Maria Luíza de Marilac expressou sua gratidão pela forma acolhedora com que o desembargador Cruvinel a recebeu, na 3ª Câmara Criminal, e pelo “privilégio” de ter enriquecido seus conhecimentos jurídicos da companhia dele. “Vossa Excelência honrou, com retidão, trabalho e força oral, a toga de julgador do TJMG por quase meio século. Seu exemplo deixa o legado de probidade e eficiência. Agora, ingressando na terceira fase da vida, tem potencial e saúde para continuar transmitindo todo o seu saber jurídico, lecionando, advogando ou oferecendo pareceres em prol do conhecimento”, afirmou.

Representando a 8ª Câmara Cível, a desembargadora Teresa Cristina da Cunha Peixoto se dirigiu diretamente ao homenageado, declarando que a admiração que sentia por ele iniciou-se ainda no Tribunal de Alçada, e que só cresceu ao longo dos anos de convívio no Tribunal mineiro. Segundo ela, essa admiração se concretizou, sobretudo, diante da atuação dele no Órgão Especial. Além de destacar a qualidade das decisões do desembargador Cruvinel, ressaltou a postura de absoluta coerência mantida por ele, como magistrado.

Not-despedida-des.Cruvinel-desa.MariaTereza.jpg
A desembargadora Teresa Cristina da Cunha Peixoto também proferiu algumas palavras na sessão em homenagem ao desembargador Cruvinel ( Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

Trabalho e retidão

Em uma fala emocionada, o advogado Paulo Henrique Cruvinel, filho do desembargador Cruvinel, destacou que o pai foi um grande exemplo de retidão e de dedicação ao trabalho. Segundo ele, o pai começou a trabalhar aos 11 anos de idade como auxiliar de serviços gerais, e que depois exerceu várias atividades, antes de entrar para o mundo do Direito: foi comerciante, técnico de contabilidade, professor de contabilidade, vereador, jogador de futebol e advogado.

“O senhor possui uma biografia admirável, que inspirou muitas pessoas. Como filho, eu sempre o vi como um juiz absoluto, escravo da lei, que não se deixou contaminar por questões subjetivas”, afirmou. Sobre o futuro, disse estar certo que o “gênio indomável” do pai não irá se aquietar, e que espera que o desembargador Cruvinel use todo o conhecimento jurídico e energia para o trabalho que possui para seguir atuando profissionalmente.  Também estavam presentes na sessão dois outros filhos do homenageado: Diego e Fábio.

Not-despedida-des.Cruvinel-filho.jpg
Filho do homenageado, o advogado Paulo Henrique Cruvinel destacou o exemplo de retidão e dedicação ao trabalho deixado pelo pai ( Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

Outras homenagens

Homenagens também foram feitas pela assessora Carolina Cavalcante e pela escrivã Jussara Maria da Silva, que falaram em nome do Gabinete do desembargador Cruvinel e do Cartório da 3ª Câmara Criminal, respectivamente. As servidoras manifestaram seus agradecimentos pelo tempo de trabalho com o magistrado, pelos ensinamentos e pela convivência sempre harmoniosa e respeitosa com ele, mesmo nos momentos mais difíceis.

O advogado Estevão Ferreira de Melo também fez questão de ir à tribuna homenagear o desembargador Cruvinel. Na oportunidade, ele contou que a primeira sustentação que fez, como advogado, foi em uma sessão na 3ª Câmara Criminal, na presença do magistrado que irá se aposentar. Contou também que, quando estudante de Direito, assistia a vários julgamentos no Tribunal e que foi marcado por uma fala do desembargador Cruvinel: “A justiça, para ser justa, precisa ser coerente”.

Leia Também:  Messi: “É minha última Copa do Mundo, minha última chance”

O procurador de justiça Gilberto Augusto Mendonça destacou a postura equilibrada e o “talento indiscutível” dos votos proferidos pelo homenageado, nos inúmeros julgamentos, e afirmou que os integrantes do Ministério Público possuem muito respeito pelo magistrado. 

Not-despedida-des.Cruvinel.jpg
O desembargador Antônio Carlos Cruvinel (C) se aposenta depois de mais de 46 anos de dedicação à magistratura mineira ( Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

Humanização da lei

Ao discursar, o desembargador Cruvinel citou uma frase do escritor russo Léon Tolstoi: “A felicidade do homem consiste em observar as regras e as condições pelas quais se conseguem o bem de todos os homens”. Disse ainda que sempre buscou o bem geral. “Ao longo de todos esses anos, sempre procurei observar as regras legais no exercício da judicatura e suas aplicações nas condições pelas quais se consegue o bem de todos os homens”, afirmou.

O homenageado disse que nunca aplicou pura e simplesmente regras legais. “Sempre procurei quebrar a frieza marmórea da lei, porque ela existe para disciplinar a vida dos homens, e não para sacrificá-los ou executá-los. Por isso, sempre busquei humanizar a lei e suas aplicações. Posso ter me equivocado em algum momento, pois sou humano, mas nunca o fiz voluntariamente, pois isso é terrível para um magistrado”, acrescentou. 

Ele também expressou o orgulho de pertencer à Corte estadual mineira e falou sobre a importância de o magistrado manter uma postura sempre “insuspeita”, imprescindível para que o magistrado julgue com independência e liberdade, e que seja comprometido com a coerência.

Not-despedida-des.Cruvinel-geral-OAB1.jpg
As homenagens foram acompanhadas por vários desembargadores, assessores, servidores, familiares e amigos do homenageado ( Crédito : Cecília Pederzoli / TJMG )

Trajetória

Natural de Sacramento e bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Franca, em São Paulo, Antônio Carlos Cruvinel iniciou a vida como agente público ainda em 1970, quando foi vereador em sua terra natal. Atuou posteriormente como advogado na cidade e em municípios vizinhos. Trabalhou também para a Fazenda Pública do Estado de Minas Gerais, atuando junto à Procuradoria Regional de Uberaba.

Ao abraçar a carreira da magistratura, a primeira comarca onde ele atuou, em 1977, foi a de Prata, no Triângulo mineiro. Vieram então as Comarcas de Itabirito, Divinópolis e Belo Horizonte. Tornou-se posteriormente juiz do Tribunal de Alçada e, em 2001, foi empossado como desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Entre os vários pontos de destaque em sua trajetória profissional, está o fato de ser sido presidente, vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais e 1º vice-presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Sua biografia é marcada também pela dedicação ao magistério e por várias condecorações.

Veja o álbum com mais fotos da sessão.

 Diretoria Executiva de Comunicação – Dircom
Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG
(31) 3306-3920
[email protected]
instagram.com/TJMGoficial/
facebook.com/TJMGoficial/
twitter.com/tjmgoficial
flickr.com/tjmg_oficial

Fonte: TJMG

COMENTE ABAIXO:

Tribunal de Justiça

Audiência de instrução e julgamento de promotor de Justiça terminou hoje (16/12)

Publicados

em

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) finalizou, nesta sexta-feira (16/12), a audiência da segunda fase de instrução e julgamento do promotor André Luiz Garcia de Pinho, acusado pela morte da esposa, Lorenza Maria de Pinho, ocorrida em abril de 2021. O relator do processo, desembargador Wanderley Paiva, ouviu os depoimentos de duas testemunhas, médicos peritos do Instituto Médico Legal (IML) e, logo após, realizou o interrogatório do réu. Ontem e hoje foram ouvidas sete testemunhas, além do réu. 

Not-audiencia-caso-Lorenza.jpg
 Última audiência de instrução e julgamento foi realizado na Tribunal Pleno do TJMG (Crédito: Cecília Pederzoli / TJMG)

A audiência foi realizada no auditório do Tribunal Pleno com as presenças do procurador André Ubaldino e do advogado Tiago Souza de Resende, pela parte da acusação, e os advogados de defesa Chrystian Rabelo Goyas, Rodolfo Correa, Pedro Henrique Pinto Saraiva e Bruna Caroline Custódio Costa. Todos os depoimentos foram acompanhados por amigos e familiares da vítima e do réu. 

Not---audiencia-caso-Lorenza7.jpg
Trabalhos foram finalizados com o interrogatório do réu ( Crédito : Juarez Rodrigues/ TJMG )

Lorenza de Pinho morreu no dia 2 de abril de 2021. Ela foi encontrada morta no apartamento do casal, no bairro Buritis, região Oeste de Belo Horizonte. O Ministério Público apresentou denúncia contra o promotor, em agosto de 2021, por homicídio, qualificado como feminicídio, e está preso desde o dia 04 de abril do ano passado. 

Leia Também:  TJMG participa de solenidade de homenagem ao artista Oscar Araripe

Próxima fase

O interrogatório do réu é o último ato da fase de instrução. Após isso, há prazo para novas diligências e considerações finais, se forem consideradas necessárias pelo relator do processo, desembargador Wanderley Paiva. Não há prazo para redação do relatório final e voto, que deverão ser apresentados pelo relator no Órgão Especial do TJMG. 

Após quase cinco horas de interrogatório, a audiência foi encerrada pelo desembargador Wanderley Paiva. A partir de 9/1, a acusação tem prazo de 15 dias para considerações finais. Em seguida, abre-se prazo, também de 15 dias, para o advogado Tiago Souza de Resende, pela acusação, e, sucessivamente, outros 15 dias para a defesa. 

O julgamento, de acordo com o desembargador Wanderley Paiva, ainda não tem data definida para ocorrer no Tribunal Pleno do TJMG, quando 25 desembargadores deverão votar pela condenação ou absolvição do réu.  

Fonte: TJMG

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo
Minas Gerais19 minutos atrás

Sobe para 91 o número de municípios em situação de emergência devido às chuvas

Minas Gerais4 horas atrás

Cidades mineiras se inspiram em Gramado para decoração natalina

ESPORTES4 horas atrás

Final vê duelo de números; quem fará a diferença, Messi ou Mbappé?

ESPORTES4 horas atrás

Croácia vence Marrocos e conquista terceiro lugar da Copa do Mundo do Catar

Minas Gerais5 horas atrás

Previsão do tempo para Minas Gerais neste domingo, 18 de dezembro

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

Minas Gerais19 minutos atrás

Sobe para 91 o número de municípios em situação de emergência devido às chuvas

Com as fortes chuvas que atingem o estado, subiu para 91 o número de municípios em situação de emergência. Segundo...

Minas Gerais4 horas atrás

Cidades mineiras se inspiram em Gramado para decoração natalina

O Natal da Mineiridade 2022 tem promovido eventos festivos em mais de 200 municípios mineiros, com um olhar voltado para...

Minas Gerais5 horas atrás

Previsão do tempo para Minas Gerais neste domingo, 18 de dezembro

Neste domingo (18/12), a previsão é de céu nublado a encoberto com pancadas de chuva, às vezes fortes, com trovoadas...

POLÍCIA

Polícia2 dias atrás

PCMG apreende droga e prende suspeito em Conselheiro Lafaiete

Divulgação/PCMG Em uma ação de repressão de tráfico de drogas em Conselheiro Lafaiete, região Central do estado, a Polícia Civil...

Polícia2 dias atrás

Fomento à produção acadêmica: PCMG lança 3ª edição da Revista Avante

Divulgação/PCMG Na tarde desta sexta-feira (16/12), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) promoveu o lançamento da 3ª edição da...

Polícia2 dias atrás

PCMG apreende adolescente suspeito de planejar atentado contra escola

Divulgação/PCMG Um adolescente, de 15 anos, foi apreendido em flagrante pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) suspeito de planejar...

ENTRETENIMENTO

ENTRETENIMENTO1 dia atrás

Gabi Martins exibe corpão em look decotado e apimenta rede social: “Perfeita demais!”

Que a cantora Gabi Martins, sempre fez sucesso em suas redes sociais, isso não é novidade para ninguém, e na...

ENTRETENIMENTO2 dias atrás

Marina Ruy Barbosa exibe nova camisola antes de dormir e anima web: “deusa”

A atriz global Marina Ruy Barbosa, compartilhou uma sequência de cliques de sua nova lingerie na tarde desta sexta-feira (16),...

ENTRETENIMENTO2 dias atrás

Após tratamento de câncer: Simony posa careca, emocionando fãs: “Renascimento!”

Nesta sexta-feira (16), Simony apareceu em seu Instagram compartilhando um texto emocionante, sobre o fim de seu tratamento contra um câncer de intestino....

MAIS LIDAS DA SEMANA

  • ALPINÓPOLIS E REGIÃO4 dias atrás

    Comunidade Escolar se revolta contra prefeito Rafael Freire (PSB) e ameaça manifestação

  • Polícia6 dias atrás

    12 de Dezembro

  • ENTRETENIMENTO7 dias atrás

    Pocah exibe corpão escultural para bronzear após jogo do Brasil: “Tô triste, não tô feliz”

  • ENTRETENIMENTO6 dias atrás

    Com biquíni molhado, Lumena Aleluia é clicada com volumão: “Turbinada!”

  • ENTRETENIMENTO3 dias atrás

    Jade Picon aproveita dia de sol e curte piscina antes de gravação: “Essa menina!”

  • ENTRETENIMENTO6 dias atrás

    Rafa Kalimann curte folga na praia e exibe curvas esculturais em cliques: “sendo feliz!”

  • Tribunal de Contas5 dias atrás

    Solenidade marca encerramento de pós-graduação presencial da Escola de Contas

  • ENTRETENIMENTO2 dias atrás

    Com decote ousado, Pocah mostra talento com ‘comissão de frente’: “Avisa lá!”