Brasil e Mundo

Bolsonarista ataca grupo de manifestantes contra Bolsonaro nos EUA

Publicados

em

Manifestantes protestam contra Bolsonaro nos EUA
Reprodução: Twitter – 24/01/2023

Manifestantes protestam contra Bolsonaro nos EUA

Um grupo que se manifestava contra  o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em frente ao condomínio Encore Resort, onde ele está hospedado, em Orlando, nos Estados Unidos , foi atacado por apoiadores do ex-mandatário. O caso aconteceu no último domingo (22).

As imagens, divulgadas pelo perfil Defend Democracy in Brazil mostram um homem de camiseta preta e óculos escuros arrancando uma faixa dos manifestantes, que dizia: “Jail Bolsonaro” (prendam Bolsonaro, em tradução livre).

Durante a confusão, o grupo e o bolsonarista discutem. O apoiador do ex-presidente ainda pede para pararem de gravar e tenta arrancar o celular da mão de um deles, mas não consegue.

Leia Também:  Papuda: cadeia onde bolsonaristas estão presos está superlotada

O bolsonarista disse que os manifestantes não estavam respeitando as pessoas. O grupo, no entanto, pedia para ele ir embora e aparentava manifestar pacificamente com faixas que diziam “nossa bandeira jamais será terrorista”.

Viagem aos EUA

Bolsonaro escolheu não passar a faixa presidencial para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e deixou o Brasil no dia 30 de dezembro com destino a Orlando. 

A previsão de volta do ex-mandatário é para o final do mês de janeiro, no entanto, segundo a Coluna Panorama do iG , deve adiar o retorno ao Brasil por conta do ex-ministro da Justiça, Anderson Torres .

Torres foi  preso no último dia 14 após determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) por suposto envolvimento nos atos golpistas na sede dos Três Poderes no dia 8 de janeiro.

Ainda, Bolsonaro teria se irritado com uma minuta golpista encontrada na casa do ex-ministro . O documento sugeria ao ex-mandatário uma intervenção no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A medida serviria para mudar o resultado das eleições de 2022.

O ex-presidente deve voltar para o Brasil somente em abril. Ele não acredita que o caso de Torres irá ser solucionado em breve e teme que seja delatado pelo ex-ministro, levando-o para prisão no momento em que estiver em solo brasileiro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasil e Mundo

Atos golpistas: AGU pede o bloqueio de bens de mais 42 pessoas detidas

Publicados

em

Golpistas golpistas invadiram Congresso, STF e Palácio do Planalto
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 08.01.2023

Golpistas golpistas invadiram Congresso, STF e Palácio do Planalto


A AGU (Advocacia-Geral da União) entrou, nesta terça-feira (24), com uma solicitação de  bloqueio de bens de mais 42 pessoas que estão detidas por conta do envolvimento nos atos de invasão e depredação de prédios da Praça dos Três Poderes no dia 8 de janeiro.

Essa é a terceira ação cautelar movida pela AGU que tem o objetivo de fazer com que as pessoas consideradas culpadas pelos danos causados ao patrimônio público possam pagar pela reconstrução da destruição deixada pelos atos terroristas. 

No total, já foi solicitado o bloqueio de bens de 134 pessoas e 7 empresas, sendo que 82 pessoas foram acusadas de participar efetivamente da depredação do patrimônio público. 


As outras 52 pessoas e sete empresas tiveram solicitada a indisponibilidade dos bens por financiarem o fretamento de ônibus para os atos antidemocráticos.

Leia Também:  Senado identifica mais 23 invasores e deve apresentar nova ação à PGR

A Justiça Federal já acolheu o pedido para bloquear bens dos acusados de financiar veículos que transportaram pessoas até o Distrito Federal. Cerca de R$ 4,3 milhões só em veículos de pessoas e empresas envolvidas já estão bloqueados.

Leia mais:  Tarcísio vai com Kassab a jantar de Lira e ignora Bolsonaro em fala

A 8ª Vara Federal de Brasília já havia aceitado o pedido da AGU para ampliar para R$ 18,5 milhões o valor a ser ressarcido em relação aos objetos quebrados durante a ação dos golpistas no início do mês.

A medida foi elaborada com base em documentos da Polícia Civil do Distrito Federal e da decretação de prisão preventiva, por parte de Alexandre de Moraes, de ao menos 942 pessoas envolvidas na tentativa de golpe.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ALPINÓPOLIS E REGIÃO

MINAS GERAIS

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA